O lenhador e a raposa

Olá lindas flores do meu jardim!

Desculpem-me por não ter aparecido por aqui ontem. Imaginei que seria puxado esse semestre, mas nem tanto. kkk

Como não consegui aparecer ontem e já  havia separado essa parabola para o dia, não pude deixar de vir aqui para compartilhar com vocês. 

Essa história conheci em minha adolescência e sinceramente mexeu muito comigo. Espero que gostem.—————–

Um lenhador acordava às 6 da manhã e trabalhava o dia inteiro cortando lenha, só parando tarde da noite. Ele tinha um filho lindo de poucos meses e uma raposa, sua amiga, tratada como bicho de estimação e de sua total confiança. Todos os dias o lenhador ia trabalhar e deixava a raposa cuidando do bebê. Ao anoitecer, a raposa ficava feliz com a sua chegada.

Os vizinhos do lenhador alertavam que a raposa era um bicho, um animal selvagem, e portanto não era um animal confiável, e quando sentisse fome comeria a criança. O lenhador dizia que isso era uma grande bobagem, pois a raposa era sua amiga e jamais faria isso. Os vizinhos insistiam: “Lenhador, abra os olhos! A raposa vai comer seu filho. Quando ela sentir fome vai comer seu filho!”

Um dia o lenhador, exausto do trabalho e cansado desses comentários, chegou em casa e viu a raposa sorrindo como sempre, com sua boca totalmente ensangüentada. O lenhador suou frio e, sem pensar duas vezes, acertou um machado na cabeça da raposa. Desesperado, entrou correndo no quarto. Encontrou seu filho no berço, dormindo tranqüilamente, e ao lado do berço uma cobra morta.

Autor desconhecido

—-

Meu jardim, essa história sempre me fez pensar que se você confia em alguém e esse alguém nunca lhe deu motivos  para desconfiar dela, não vale a pena ficar ouvindo as dúvidas que as pessoas tentam plantar em nossos corações, as vezes isso pode nos fazer perder quem sempre esteve ao nosso lado. 

E já conheciam essa história? 

Espero que tenham gostado e que ele traga algo lindo ao coração de cada um de vocês. 

Beijos

Você também pode gostar dessas rosas...

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *